A pecadora que ungiu os pés de Jesus

Padrão

.

Vou lhes contar a história da pecadora que ungiu os pés de Jesus.

Jesus foi convidado para jantar na casa de um dos fariseus chamado Simão. Ele entrou na casa de Simão e se sentou a mesa.

Uma mulher cujo o nome não é citado, mulher de má fama e desprezada pelos fariseus, ficou sabendo que Jesus estava na casa de Simão, foi até lá e levou consigo um vaso de alabastro (ele era modelado com um longo gargalo que era quebrado quando o óleo perfumado e caro precisava ser usado/ uma das maneiras de ser usado: como símbolo de honra e hospitalidade para ser derramado sobre os pés ou a cabeça dos convidados para um banquete). Nenhuma mulher decente entraria em uma reunião desse tipo, na casa de um importante fariseu sem ser convidada, mas ela foi e se ajoelhou aos pés de Jesus e começou a chorar, suas lagrimas mornas caíram uma a uma nos pés de Jesus. Então ela soltou seus cabelos (Um ato público considerado vergonhoso para uma mulher de seus dias) e com seu longo cabelo limpou a poeira dos pés de Jesus, lavando e beijando seus pés, então, ela quebrou o vaso de alabastro que tinha levado consigo e despejou o caro óleo sobre os pés que acabaram de serem limpos (esse foi um ato de adoração).

Então, Simão disse consigo mesmo:  Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, porque é pecadora (Lucas 7.39) Ele questionou a integridade do “profeta” por permitir que uma mulher com tal reputação o tocasse e o desonrasse. Os fariseus olhavam apenas para as ações exteriores da mulher, mas para grande surpresa deles Jesus defendeu a mulher, Ele lembrou os fariseus que aquela mulher demonstrava o habito da cortesia dedicada a um convidado.

Simão havia negligenciado a lavagem dos pés de Jesus, o beijo de boas-vindas e a unção sobre a cabeça  ou os pés com o óleo, gestos apropriados de hospitalidade, a mulher humilde e graciosamente, ofereceu a Jesus tudo isso – Vês esta mulher? Entrei em tua casa e não me deste água para os pés; esta, porém, regou os meus pés com lagrimas e os enxugou com seus cabelos, não me deste ósculo; ela entretanto, desde que entrei aqui não cessa de me beijar os pés. Não me ungiste a cabeça com óleo mas esta, com bálsamo, ungiu os meus pés (Lucas 7.44-46).

Jesus usou essa ocasião para ensinar sobre amor, perdão e fé.

A mulher anônima, que chegou em desonra, adorou a Jesus, o amou, e Jesus olhou para seu coração (solitário e triste), Ele viu que suas atitudes foram feitas verdadeiramente com amor. Jesus perdôo publicamente seus pecados – Perdoado lhe são os seus muitos pecados (Lucas 7. 47). Ela deixou a casa de Simão em paz – Mas Jesus disse á mulher: a tua fé te salvou; vai-te em paz (Lucas 7.50) e ela seguiu seu caminho com um coração purificado e uma nova vida em Cristo.

Trazendo a História para os dias de hoje, talvez você é essa “mulher”, que era rejeitada e desprezada pelos homens pelo fato de ser pecadora, mas sempre há uma segunda chance como houve com essa mulher, porém você tem que buscar a Deus, adorá-lo verdadeiramente e de coração, se humilhar, se esvaziar de si, arrepender-se de seus pecados pois Ele é fiel e Justo para perdoar, e assim te dará uma nova vida em Cristo, um coração purificado e uma vida de paz!

Meditem nesse texto. Graça e paz!

Poor: Larissa Oliveira

Deixe um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s